quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tenho uns óculos novos.

Cada vez mais cegueta, fui obrigada a trocar de lentes e, aproveitando uma promoção, comprei nova armação. Os meus olhos - ranhosos que só eles! - decidiram desenvolver uma infecção que levou o oftalmologista a aconselhar-me (forma simpática de dizer) a esquecer as lentes de contacto por uns tempos (largos, entenda-se...). Lentes às quais eu estava mais que habituada, embora fosse capaz de as perder com uma facilidade imensa... Como tal, tenho uns óculos novos e tenho de andar com eles desde que acordo até que me deito! Felicidade!! Mais feliz ainda, fiquei quando cheguei a casa e ouvi o meu pai dizer pareciam as rodas de um tractor (e poderia ele escolher melhor objecto comparativo para frisar o tamanho que os óculos têm??!!)! Mas depois sossegou-me, afirmando que, tenho nariz suficiente para eles. Sim Pai, és o maior e eu também te amo do fundo do coração. De verdade! 
Assim de repente... passei uma imagem fantástica da minha pessoa, certo? :)

2 comentários:

  1. Olá :)
    Já fiz as bodas de prata com os óculos. É um casamento que dura há 27 anos e que teve poucos (muito poucos) arrufos. Traí-os com as lentes durante dois dias inteirinhos, até ter a certeza de que não, não há amor como o primeiro!
    Quanto ao papá... Palavras leva-as o vento. Se te sentes confortável, usa-os! As lentes, normalmente, só estragam. Eu riscava-as da lista!

    ResponderEliminar
  2. Pois eu trocava-os de bom grado pelas minhas queridas lentes de contacto! Mas o que tem que ser... :) Uso, até lhes acho piada! Mas vai custar a habituar a eles! O papá há-de ter a sua oportunidade de receber um elogio ao mesmo nível!! :)

    ResponderEliminar

Partilhamos um café?