quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Uma bem difícil...

Como se desiste de alguém que se ama?

8 comentários:

  1. Não é simples...

    No meu caso, arranjei outras pessoas com quem estar. Fui o menos sacana possível com elas, mas diverti-me ao máximo. Abri o jogo e expliquei ao que vinha. Sexo pelo sexo.

    E depois encontrei, quando e onde menos esperava, uma outra pessoa. Que me abriu os olhos, que se tornou um desafio. Uma prova a ser constantemente superada. Ainda vai no início, que vai. Não estou a dizer que é a mulher da minha vida. Nem sequer que a amo, ainda... Mas sou feliz com ela e pretendo ser mais, muito mais, durante muito tempo!

    O resto vem com o tempo!

    Good luck :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Silent Man,

      Sim, não será simples. Mas a sinceridade será sempre a melhor opção, sem falsas expectativas ou ilusões.

      A força de vontade é tramada... quando existe... e quando não existe também!

      Pois eu espero que o sejas, de facto! Parece que o segredo está no "quando menos se espera".
      Mas eu já não posso esperar mudanças. Não vislumbro grandes alternativas. Embora custe muito que assim seja...

      Obrigada :)

      Eliminar
  2. Pensando que é o melhor para ti e que se a outra pessoa não te ama da mesma forma, não merece o teu amor..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizem-me que não. Caso contrário agiria de outra forma e seria mais coerente. Dizem-me que não e querem o meu bem, argumentando que, de facto, não merece. Não tenho por hábito desistir. Mas persistir não tem levado a grandes resultados, muito pelo contrário.

      Obrigada pelo comentário. :)

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Foi uma pergunta que me fiz a mim própria durante 2 anos.
    Tentar convencer-me de que aquele homem não era para mim, que tinha de desistir. Entre o coração e a razão nem sempre é o mais sensato que ganha. É uma eterna batalha. Até que um dia damo-nos um valente pontapé no rabiosque e tomamos aquela decisão que nunca imaginámos tomar. Deixar ir. Amarmo-nos mais que ao outro. Ser egoísta. Porque às vezes é preciso mais coragem para abandonar do que para continuar. Hoje em dia sou feliz, muito feliz, com uma pessoa que todos os dias me diz que eu mereço ser amada e me prova constantemente o quanto o amor pode ser lindo. Boa sorte e muita força! É algo que vai ter de sair das tuas entranhas. O chamado grito do Ipiranga. Ama-te, que é isso que é o mais importante. Fala uma pessoa que sabe EXACTAMENTE do que estás a falar. Acredita. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Deixando o egoísmo de parte e permitindo ao outro ser feliz.
    O amor por alguém, muitas vezes, poderá estar no facto de deixar esta pessoa voar...

    ResponderEliminar

Partilhamos um café?